Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Capital

Reinauguração de atacadista destruído por incêndio é adiada.

A reinauguração seria no mês de janeiro desse ano.

12/01/2021 11h00
Por: Redação-1
Fonte: midmax
Loja destruída em setembro
Loja destruída em setembro

Inicialmente prevista para o mês de janeiro, a reinauguração do Atacadão da avenida Duque de Caxias foi adiada em Campo Grande.

O atacadista foi destruído por um incêndio no mês de setembro do ano passado, quando a estrutura foi comprometida. O incêndio mobilizou quase todo o efetivo do Corpo de Bombeiros e é considerado o maior incêndio em estrutura dos últimos anos. 

Quase 48 horas para controlar o fogo, usando mais de 400 mil litros d’água e tendo um rescaldo que levou o restante da semana para ser concluído. À princípio, a previsão era de que o atacadista fosse reinaugurado ainda no mês de janeiro, o que não deve acontecer.

Prejuízo milionário

O incêndio que destruiu a loja do Atacadão na Avenida Duque de Caxias, em Campo Grande, teria consumido parte de estoque que renderia lucro de R$ 18 milhões ao atacadista no final do ano. Conforme informações, a loja onde incidente aconteceu já estaria sendo abastecida com todo o estoque para o período de final de ano e mercadoria, tanto das prateleiras como o do estoque aos fundos, estaria avaliada em milhões de reais. Tudo foi destruído.

Em novembro, o inquérito que apura as causas do incêndio no Atacadão ganhou um novo indício.  O laudo da perícia indicou que o incêndio na loja da rede atacadista poderia ter sido ‘proposital’. 

Conforme o delegado Bruno Urban, da 7ª DP, o laudo não apontou nenhum indício de curto circuito no sistema do supermercado e nenhuma combustão espontânea, pois no corredor onde o incêndio começou havia produtos inflamáveis, como álcool e demais materiais de limpeza.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários