Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Covid-19 em MS

Gravidade da pandemia faz Estado prorrogar toque de recolher

Medida valerá por mais 15 dias em todo o Mato Grosso do Sul

29/12/2020 07h03
Por: Redação
Fonte: JD1

O governador Reinaldo Azambuja prorrogou nesta segunda-feira (28) o toque de recolher e a medida segue em vigor por mais 15 dias em todo o território de Mato Grosso do Sul.

Reinaldo decidiu pela prorrogação diante do atual cenário da pandemia, no qual casos confirmados e óbitos têm aumentado consideravelmente. “O momento exige medidas mais restritas, estamos operando no limite da capacidade do Sistema Único de Saúde. O foco é evitar mais mortes”, afirmou o governador. 

O governador reforça a importância de que a população faça sua parte e evite aglomerações. “Assim como o Natal, a comemoração do Ano Novo é uma data muito esperada pela população, mas faço um apelo para que comemoremos em casa, com nossos familiares, em um número restrito de pessoas e com todos os cuidados necessários. O autocuidado e o cuidado com o próximo são fundamentais”. Para quem vai viajar, ou precisa ir ao comércio, supermercados, entre outros, Reinaldo ressalta que é essencial observar as medidas de biossegurança, como o uso de máscaras, distanciamento social e higienização das mãos com o álcool em gel 70º.

A prorrogação do toque de recolher vai até o dia 9 de janeiro de 2021 e a fiscalização será feita pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Vigilância Sanitária Estadual e Municipais e Guardas Municipais. A medida é válida para os 79 municípios do Estado e os cidadãos não poderão sair de casa entre 22h e 5h. Há exceção em casos de trabalho e emergência médica. Serviços não essenciais como bares e restaurantes devem permanecer fechados durante o horário de restrição.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários