Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Capital

Reeleito, Marquinhos Trad fala sobre projetos para Campo Grande a partir de 2021

Prefeito concedeu entrevista para a TV Morena, nesta segunda-feira (16), e aproveitou o momento para agradecer o percentual de 52,58% dos votos válidos, de acordo com o TSE.

17/11/2020 09h30
Por: Redação

Faltando um mês e meio para acabar o ano, Marquinhos Trad (PSD) falou sobre os projetos para Campo Grande, a partir de 2021. Agora como prefeito reeleito, ele concedeu entrevista para a TV Morena, nesta segunda-feira (16), e aproveitou o momento para agradecer o percentual de 52,58% dos votos válidos, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

"Primeiro eu quero agradecer a solidariedade e confiança de 52,58% da população, que viram como nós assumimos a nossa cidade e como está sendo entregue. Estas pessoas estenderam o nosso tempo de permanência na cidade, para que continue a ter o crescimento, desenvolvimento, progresso e justiça social", afirmou o prefeito.

Sobre o atual secretariado, ele disse que, no momento, não deve fazer mudanças e também ressaltou a participação de pessoas de outro partido. "Todas as pessoas que quiseram agregar, principalmente neste momento de pandemia e que perceberam que o momento não era de disputa e sim de harmonia, participam conosco desta administração. Nós agregamos todas as pessoas e os partidos que querem ajudar a nossa cidade. A gente os recebe com o maior carinho dentro da prefeitura", falou Trad.

Covid-19

Questionado sobre a possibilidade de novas medidas restritivas, algo que foi cogitado muito no período pós-eleição, o prefeito comentou que foram apenas boatos para causar pânico à população. "A pandemia não deixou de fazer vítimas, mas, estamos com 70% dos leitos ocupados e não vejo motivo nenhum, absolutamente nenhum, para fechar ou ter um novo lockdown ou fechar o comércio", disse.

Com relação ao ano letivo de 2021, ele disse que será um período com "biossegurança absoluta". "Nossas instituições públicas estarão seguras...neste ano as crianças receberam aulas virtuais em um canal aberto onde a gente reprograma o conteúdo didático e também houve a distribuição de quase 100 mil cestas básicas, para os inscritos no bolso família. Nós vimos todos os aspectos e eu cuido destas crianças como se fossem minhas filhas. Não vou deixar faltar nada para estas crianças aqui na nossa capital", garantiu.

Ainda conforme o prefeito, embora tenha ocorrido flagrantes de aglomerações, o decreto sobre o uso de máscaras continua obrigatório na cidade, como forma de prevenir o novo coronavírus. "O decreto continua em vigor e hoje, às 14h (de MS), teremos uma reunião para falar sobre avanços e nossa vontade de devolver ao cidadão aquele ímpeto, aquela vontade, aquela manifestação de colaboração que estavam tendo a um tempo atrás. Mas, afasto desde já o lockdown", comentou.

Emprego

O assunto emprego, recorrente nas pesquisas da emissora, também foi questionado a Marquinhos Trad. "O desejo as pesquisas mostram bate com o diálogo que tenho com a população, já que onde ando as pessoas falam que estão perdendo emprego. Estamos lançando um pacote de R$ 870 milhões, que vão gerar 16 mil novos empregos, com vagas no setor de infraestrutura, habitação, segurança e ainda um concurso público com vagas para 350 guardas civis metropolitanos", explicou.

Reviva Centro

Sobre o projeto Reviva Centro, o prefeito falou sobre o início da 2° fase, em 2021. "Esta etapa do Reviva está em fase de término dos editais para lançarmos a licitação. Estamos aguardando a empresa vencedora e, se não houver nenhuma intercorrência, nas fases administrativa e jurídica, a gente inicia a etapa B", argumentou.

No caso da antiga rodoviária, Marquinhos falou que a obra já era para ter começado, o que não foi possível por conta da pandemia. "Tivemos que procrastinar os editais, porém, o dinheiro já está garantido e o projeto é exatamente esse. Vale dizer que apenas, em média de 13% a 14%, pertence ao município. O restante são de particulares. Vamos fazer a restruturação tal qual o projeto e levar para lá serviços públicos, entre os quais guarda civil metropolitana, principalmente em razão das pessoas de rua, migrantes e pessoas que rodeiam este local com ilícitos, além do recapeamento, iluminação em led e paisagismo", afirmou.

O prefeito ainda pontuou que "o mau uso gera o mau uso" e, com todo o projeto no local, com certeza ocorrerá a dispersão destes pessoas e atividades criminosas, deixando o local "frequentado por aqueles que obedecem as regras da sociedade". Trad afirmou ainda que a previsão é iniciar as obras no primeiro semestre de 2021.

Recapeamento nos bairros

No caso do recapeamento ele falou que "dará sequência no Nova Campo Grande este ano". Para o próximo ano, a previsão é que seja feita no Rita Vieira, Oliveira 1, 2 e 3, além dos bairros Nova Lima, Jardim Anache e Jardim Colúmbia, entre outros. Já a pavimentação asfáltica deve contemplar outras regiões, bem como haverá a entrega de unidades habitacionais no Aero Rancho, Tarumã, Parque das Laranjeiras, Jardim Sírio Libanê, Bom Retiro, etc.

Fonte: G1

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários