Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Clima no MS

Prepare o guarda-chuva: Fim de semana tem alerta de temporal em 56 cidades do MS

Inmet emitiu alerta para perigo em potencial de tempestade.

14/11/2020 09h30
Por: Redação

Seguindo o proagnóstico de instabilidade no clima, será previsto para este fim de semana tempestades e alerta de perigo em potencial do Inmet (Instituito Nacional de Meteorologia), para cidades de Mato Grosso do Sul.

De acordo com a previsão, em Campo Grande, no sábado (14), o céu fica de parcialmente nublado a nublado com nuvens carregadas durante o dia todo. A chuva começa pela manhã e deve durar até a noite. A temperatura varia de mínima de 20°C a máxima de 34°C.

No domingo (15), a previsão é de céu parcialmente nublado passando a nublado ao longo do dia com expectativa para pancadas de chuva entre a tarde e a noite em todas as regiões do Estado. A umidade relativa do ar com variação estimada entre 50% a 90% no MS ao longo do dia. Vento fraco a moderado com rajadas em todas as regiões. Temperaturas em MS pode variar entre de 22 °C a 36 °C e na capital variação está estimada em 21 °C a 30 °C.

Conforme o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), as áreas de instabilidades continuam atuando no Estado até o dia 18 de novembro, deixando céu parcialmente nublado a nublado com chuva especialmente entre a tarde e à noite em todas as regiões, associado aos cavados e termodinâmica local.

É esperado que as chuvas se concentrem nos municípios da região sudoeste, sul e central onde são esperados aproximadamente 100 milímetros acumulados ao longo do período.

“Numericamente, os acumulados são expressivos e é recomendável a população tomar atenção com as possíveis condições adversas como chuvas intensas, ventos fortes, raios e granizo. Abaixo segue as recomendações em caso de evento adverso. Nas demais áreas é esperado variação entre 30 a 50 milímetros acumulados”, informa a Cemtec.

O alerta do instituto é para as cidades de Amambai, Anastácio, Angélica, Antônio João, Aquidauana, Aral Moreira, Bandeirantes, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Caarapó, Camapuã, Campo Grande, Caracol, Corguinho, Corumbá, Coxim, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Dourados, Figueirão, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Guia Lopes da Laguna, Itaporã, Ivinhema, Jaraguari, Jardim, Jateí, Juti, Ladário, Laguna Carapã, Maracaju, Miranda, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Pedro Gomes, Ponta Porã, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Negro, Rio Verde, Rochedo, Sidrolândia, Sonora, São Gabriel do Oeste, Terenos, Vicentina e Alcinópolis.

Os riscos são de chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos de 40 a 60 km/h), e queda de granizo. Baixo risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de galhos de árvores e de alagamentos.

Fonte: Midiamax

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários