Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Saúde

Taxa de contagio da Covid-19 continua a subir em MS, aponta secretaria estadual de Saúde

O secretário manifestou preocupação com o aumento da taxa de contágio da Covid-19 no estado. Depois de cair para 0,91 no começo do mês, vem subindo gradativamente e neste terça atingiu 0,95.

11/11/2020 08h01
Por: Redação

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, disse nesta terça-feira (10) que os sistemas do Ministério da Saúde que registram dados sobre a Covid-19 continuam com problema na atualização sobre o número de mortes.

Segundo ele, foi liberado somente o número de óbitos registrado até sexta-feira (6), mais 6 mortes no estado. As informações sobre vítimas que deveriam ter sido contabilizadas no sábado (7), domingo (8) e segunda-feira (9) ainda não foram disponibilizadas.

Com o problema, a média móvel de mortes do estado nos últimos 7 dias caiu para 4 por dia.

O total de mortes provocas pela doença chegou a 1.640.

Resende comentou que com 381 casos novos confirmados nesta terça, a média móvel do estado nos últimos 7 dias chegou a 355 casos por dia. O total de pessoas que foram infectadas com o coronavírus totalizou 85.507.

O secretário manifestou preocupação com o aumento da taxa de contágio da Covid-19 no estado. Depois de cair para 0,91 no começo do mês, vem subindo gradativamente e neste terça atingiu 0,95.

Resende reafirmou que o vírus está muito presente no estado e essa taxa de contágio demonstra isso. Atribuiu esse crescimento ao relaxamento da população as medidas de prevenção a doença.

Segundo a secretaria estadual de Saúde (SES), o estado tem 221 pessoas internadas por conta da Covid-19, sendo 103 em leitos de terapia intensiva (UTI). A taxa de ocupação de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) é de 41%.

O estado tem 399 amostras de testes da Covid-19 nos laboratórios aguardando a liberação. Desde o começo da pandemia já foram aplicados 328.886 testes.

O número de pessoas que contraíram a doença e estão recuperadas atingiu 80.462, o que representa 94%.

 fonte: G1

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários