Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Justiça

Atenção; TJMS emite alerta para golpe de falsos leilões de automóveis

A orientação é para que os consumidores não caiam num golpe

04/10/2020 07h30
Por: Redação

Após denúncia, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, através da Comissão de Alienação de Bens Apreendidos em Ações Penais, emitiu outro alerta na quinta-feira (1°) aos cidadãos sobre golpistas que se passam por leiloeiros públicos oficiais credenciados junto a diversos órgãos públicos. È importante verificar sempre se o endereço do site é verdadeiro e não fazer transações em dinheiro, tampouco comunicações com os supostos leiloeiros por aplicativos de mensagens.

Recentemente, o site https://receitafederalleiloesoficial.org/br/, passa-se por representantes da Receita Federal do Brasil. O suposto site de leilões, com endereço semelhante ao órgão federal, divulga veículos para venda com preços muito abaixo da tabela. Informa, ainda, ser homologado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, o que não é verídico.

Qualquer pessoa poderá consultar os editais e os relatórios dos leilões da Receita Federal, bem como acompanhar, no site verdadeiro da Receita Federal em tempo real, a sessão pública através do link http://idg.receita.fazenda.gov.br/sobre/acoes-e-programas/mercadorias-apreendidas/leilao. Caso a pessoa tenha interesse em dar lances é necessário possuir certificado digital. A RFB alerta que seu sítio eletrônico sempre termina em “gov.br”.

Outrossim, os interessados poderão buscar informações no "Manual do Licitante da Receita Federal" pelo link https://receita.economia.gov.br/sobre/acoes-e-programas/mercadorias-apreendidas/leilao/leilao-eletronico/manual-sle/manual-do-licitante-setembro-2020.pdf

O alerta se estende à prática ilegal de envio de publicidade pelo aplicativo WhatsApp de supostos leilões, solicitando aos clientes pagamento pelo “PagSeguro” ou depósito de um valor de entrada para a reserva de veículos, os quais estariam supostamente sendo leiloados pelo órgão.

Vale ressaltar que o TJMS, por meio de sua Comissão de Alienação de Bens Apreendidos, não atua utilizando o referido aplicativo de celular. As hastas públicas são realizadas unicamente por leiloeiros devidamente credenciados pela Corregedoria-Geral de Justiça, e os arremates são pagos por meio de guias emitidas pelo Tribunal. Se este não for o procedimento adotado, desconfie.

É importante o usuário verificar se o leiloeiro e o seu respectivo sítio eletrônico são os mesmos cadastrados junto ao TJMS.  A relação completa está disponível no portal do TJMS (https://www.tjms.jus.br/_estaticos_/corregedoria/leilaoeletronico/relacaoLeiloeirosCorretoresHabilitados.pdf?1601590800)

Ressalta-se que os leilões da Comissão de Alienação de Bens Apreendidos, como também os demais leilões promovidos pelas diversas varas judiciais do Estado, têm seus editais publicados no Diário da Justiça Eletrônico de Mato Grosso do Sul e a alienação judicial acontece em formato on-line sempre pelos endereços oficiais dos leiloeiros credenciados.

Fonte: JD1

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários