Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Anuncie aqui topo
Polícia

Homem é preso depois de torturar a namorada por 24hs em São Paulo.

Vítima, de 49 anos, apresentava diversos cortes e hematomas. Caso foi registrado como tortura, violência doméstica, sequestro e cárcere privado

01/10/2020 13h26
Por: Redação-1

Um homem é preso em flagrante na noite desta quarta-feira (30) acusado de torturar a namorada por 24 horas na zona oeste de São Paulo. O caso ocorreu na Vila Romana, na região da Lapa. 

De acordo com informações do boletim de ocorrência, equipes da Polícia Militar foram acionadas para um desentendimento entre casal. No local, encontram a vítima, que é professora, e o agressor na calçada. Ao notar a presença da viatura, a mulher pediu ajuda e afirmou ter sido violentamente agredida pelo homem.

Quando questionado, o agressor, de 41 anos, afirmou que a mulher faz uso de remédio controlado e que, por isso, ela seria "doida". Já a professora afirmou que estava sendo agredida tanto física, como emocionalmente, desde a noite de terça-feira (29), quando o casal teria discutido por conta de uma novela.

O casal se relaciona há cinco anos e morava junto.

Violência e agressões

A mulher detalhou para a polícia todas as agressões sofridas durante 24 horas. Ela afirmou que o agressor bateu e prensou sua cabeça contra a cama, contra o guarda-roupa e contra o chão.

 Além de chutes nas pernas e de lhe segurar, com força, pelos pulsos e braços. Ela foi submetida a aproximadamente 24 horas de violência.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários